domingo, 22 de fevereiro de 2015

Queria eu, ter autocontrole sobre meus sentimentos.

     Autocontrole não é lá uma virtude de muita gente, muito menos minha. Ter tal virtude é conseguir muitas coisas em retorno, inclusive o livramento de muitos romances não-correspondidos. Eu, passei muito tempo amarrado sobre fortes correntes, que me fazia sentir muita dor, não por estarem me machucando fisicamente, mas por magoar-me por dentro, significava algo muito maior do que parecia.
     
Foto: Instagram @BleachFim
     Você foi a pessoa que sempre me tirou de todos os eixos, sempre me deixava completamente vulnerável. Sempre estava pensando em você. Sempre. Nunca você me deu retorno a este sentimento, e eu, idiota, me joguei, sem nenhum medo, porque acreditava que você também me amava, e que nós estávamos no momento, vivendo um conto de fadas. Porém, eu, era a única pessoa a está vivendo este conto. Você... Bem... Estava livre disso.

     Passei muito tempo procurando aperfeiçoar-me, em virtudes novas, em coisas novas, aprender a te amar do jeito certo. Mas você significava tanto pra mim, que eu não conseguia apenas te amar. Amar era pouco. Hoje vejo que estava errado, e muito. Amar, já é sentimento de mais para sentir à respeito e outra pessoa. Eu não vi isso, sofro as consequências no presente. Tendo que carregar todos os sacos pegados que eu mesmo coloquei sobre mim.

     Aprender a ter autocontrole não é apenas uma coisa boa, uma nova virtude, é uma necessidade! Se eu tivesse tido um pouco disto, não teria sofrido tanto. Eu me decepcionei muito tentando te surpreender. espero que o tempo cure, todas essas feridas que ficaram, na sua partida, espero que o destino guarde algo de bom para mim. Porque queria eu, ter autocontrole sobre meus sentimentos.

4 comentários: